João Pessoa, 30 de Maio de 2017

12 de Março de 2017

EIXO NORTE: deputados cobram água para o Sertão

EIXO NORTE: deputados cobram água para o Sertão

Com a conclusão do Eixo Leste da Transposição, levando as águas do Rio São Francisco ao Cariri e ao Agreste da Paraíba, os deputados estaduais mudaram o foco e declararam esta semana que a luta ainda não terminou e que é preciso concluir o Eixo Norte, responsável por abastecer o sertão paraibano.


O deputado estadual João Gonçalves usou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba para lembrar que é preciso continuar cobrando do Governo Federal o término desta obra que deve livrar o estado do colapso hídrico. "Pedirei pessoalmente ao ministro recursos para o Eixo Norte do Velho Chico para o outro lado da Paraíba. Será uma outra luta, uma outra guerra. Vou cobrar que sejam alocados recursos no Eixo Norte e aí veremos a Paraíba mudando os ares", declarou João.


Nabor Wanderley, que é da região de Patos, disse serem necessárias medidas emergenciais para evitar que o Sertão paraibano entre em colapso. Para Nabor, a situação é alarmante e caso a adutora Coremas/Patos/Vale do Sabugi, que leva água a cerca de 300 mil habitantes, fique sem água, essa população não terá sequer o que beber. "O Jatobá está seco, a Farinha está seca, o açude Capoeira tem pouca água e se cortarem a água da adutora, nós entraremos num colapso total de água na região de Patos", alertou o parlamentar.


O deputado Janduhy Carneiro também demonstrou preocupação com o término das obras do Eixo Norte. De acordo com o parlamentar, inaugurado o Eixo Leste, as cobranças não devem cessar até o término do Eixo que abastecerá o Sertão. "Temos uma preocupação muito grande porque o Eixo Norte é que vai cuidar da região do Sertão, que se encontra bastante afetada, com vários mananciais já em colapso total. O Sertão precisa ser olhado de forma responsável e atenciosa porque, caso contrário, ficaremos sem água. O Eixo Norte precisa ser concluído", destacou.


PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.