João Pessoa, 20 de Novembro de 2017

09 de Maio de 2016

“Desesperada e ineficaz”, diz Efraim sobre manobra em impeachment

“Desesperada e ineficaz”, diz Efraim sobre manobra em impeachment

Uma decisão surpreendente. Foi assim que o deputado federal Efraim Filho (DEM) classificou a anulação do processo de impeachment, anunciada hoje, segunda-feira (09), pelo presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão.

Apesar da surpresa, no entanto, o parlamentar acredita que a “manobra” não surtirá efeito algum, já que o processo está em outra instância. Para o paraibano, esse foi mais uma cartada desesperada e ineficaz do Governo na tentativa de salvar o Partido dos Trabalhadores, ao invés de tentar salvar o país.

“Vi com muita surpresa. Foi ima decisão surpreendente, mas a primeira impressão é que ela não será capaz de surtir efeito. A primeira impressão que se tem é que não pode um presidente, de forma monocrática, rever uma decisão soberana do plenário, e que já esta em outra instancia de poder. Na minha opinião só o Supremo Tribunal Federal é quem poderia fazê-lo, este, que já por diversas vezes provocado, avalizou a legalidade e a constitucionalidade do processo”, ressaltou.

Efraim ressaltou ainda que a prioridade é o Brasil, e não um partido. Ele lamenta a tentativa do Partido dos Trabalhadores em querer se fixar no poder a todo custo.

“Apesar de ser uma ultima cartada, desesperada e ineficaz do governo, eu acredito que ela não surtirá efeitos. Está claro que a presidente Dilma tem como prioridade tentar salvar o PT e não salvar o Brasil. Isso é muito triste, porque a primeira reação foi que a bolsa despencou. O dólar disparou, e isso significa mais inflação e mais desemprego, para um Brasil que já tem sua economia no caos, e o PT tenta fazer as suas últimas cartadas, desesperadas, mas acredito que não surtirá efeito”, arrematou.



Márcia Dias

PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.