João Pessoa, 20 de Novembro de 2017

02 de Abril de 2016

Efraim Filho questiona Governo Federal por reajuste de medicamentos acima da inflação

Pela 1ª vez em mais de 10 anos índice aprovado fica acima da inflação.

Autorização foi publicada no 'Diário Oficial da União' desta sexta-feira.

O deputado federal Efraim Filho (Democratas), informou que estará questionando formalmente o Governo Federal pela Resolução da Câmara de regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed), órgão do governo formado por representantes de vários ministérios, que fixou em 12,5% o reajuste permitido aos fabricantes na definição dos preços dos medicamentos. A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União" nesta sexta-feira dia 1°.

A regulação é válida para um universo de mais de 9 mil medicamentos com preços controlados pelo governo.

Segundo Efraim, em 2015 o reajuste máximo autorizado foi de 7,7%. Em 2014, o reajuste foi de 5,68%, e este ano o Governo Federal permite um reajuste acima da inflamação, algo inaceitável.

“O aposentado, o mais necessitado, aquele que consome o seu salario com aquisição de medicamentos será o que mais irá sentir esse reajuste descabido e inaceitável, é mais uma afronta desse desgoverno, iremos usar as nossas prerrogativas como deputado federal para questionar esse reajuste.” Concluiu.



Ascom



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.