João Pessoa, 29 de Setembro de 2016

27 de Fevereiro de 2014

GREVE NA UFPB: servidores param a partir do dia 17

GREVE NA UFPB: servidores param a partir do dia 17

 Os servidores técnico-administrativos de todos os campi da UFPB aprovaram, nesta quarta-feira (26), em assembléia geral, realizada no Centro de Vivência, em João Pessoa, o indicativo de greve já deliberado pela Plenária Nacional da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Instituições de Ensino Superior do Brasil-FASUBRA, no início deste mês, em Brasília, de paralisar as atividades a partir do dia 17 de março contra o não cumprimento integral por parte do Governo do Acordo firmado em 2012, que pôs fim ao movimento paredista daquele ano, que durou cerca de 100 dias.

As principais reivindicações da categoria são racionalização de cargos e critérios de dimensionamento da força de trabalho das Instituições Federais de Ensino Superior, contra a terceirização e pela realização de mais concursos públicos para as universidades, democratização das IFES, reposicionamento dos aposentados e contra a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares na administração dos HUs.

A assembléia deliberou também pelo desconto de um percentual no contracheque de cada servidor para ser convertido ao fundo de greve. Na ocasião ficou decidido ainda que o início da greve na UFPB será marcado por um ato público em frente ao portão principal do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes-CCHLA, na manhã do dia 17 e à tarde haverá uma plenária para a formação do comando de greve local e onde serão escolhidos os representantes da Paraíba ao comando nacional de greve.


Os professores também devem cruzar os braços, mas ainda não há data confirmada para a greve já que a meta é o término do semestre relativo ao período 2013.2


Ascom



Em virtude do período eleitoral o portal PB Agora suspenderá a veiculação de comentários na página. A medida visa cumprir o que preconiza a Lei da Eleições 9504/97, evitando que exageros, insultos ou até tratamento privilegiado a candidato, partido ou coligação ganhe notoriedade através deste veículo de comunicação em intervalo vedado. Após o período eleitoral, os comentários voltarão a ser visualizados no site.