João Pessoa, 20 de Abril de 2014

24 de Janeiro de 2014

Histórico de polèmicas de Justin Bieber

 Histórico de polèmicas de Justin Bieber

 A prisão por dirigir embriagado e participar de um racha na quinta-feira (23) foi o episódio mais sério, mas não o primeiro envolvendo Justin Bieber e a polícia. O cantor de 19 anos já foi acusado e processado por outros casos envolvendo acidentes de trânsito, agressões e vandalismo, além de ter seu nome indiretamente ligado a apreensões de drogas, seja em sua mansão, em Calabasas, ou nos ônibus de suas turnês.

Fora da esfera policial, ele também tem provocado nos últimos meses polêmicas ao redor do mundo com shows interrompidos, pichações e até o abandono de um animal de estimação. Para muitos, o comportamento rebelde do cantor se acentuou após o final do namoro com Selena Gomez, em novembro de 2012.

Veja a seguir as maiores polêmicas envolvendo Justin Bieber nos últimos dois anos.

23/01/14 – O cantor foi detido pela polícia em Miami por falhar num teste de sobriedade e participar de um “racha”. Segundo policiais, ele cheirava álcool, tinha os olhos vidrados e, em meio a xingamentos, admitiu ter bebido cerveja, fumado maconha e tomado medicamentos controlados. Depois de sorrir no “mugshot”, ele se apresentou ao juiz Joseph Farina, que estipulou uma fiança de US$ 2,5 mil. O cantor de hip hop e R&B Khalil, que também participava do racha, teve sua fiança estipulada em US$ 1 mil.

14/01/14 – O rapper Lil Za, um dos melhores amigos de Bieber, foi detido por porte de drogas durante uma inspeção policial na mansão do cantor. Ainda na delegacia, momentos antes de ser liberado após o pagamento de fiança, o rapper foi indiciado por vandalismo, acusado de quebrar um telefone no local. 12/01/14 – Um vizinho de Bieber em Calabasas, na Califórnia, o acusou de vandalismo e agressão, por atirar ovos em sua casa quando ele e a filha estavam na varanda. Segundo o vizinho, o incidente foi filmado e os prejuízos chegam a US$ 20 mil. O episódio é considerado mais grave do que uma simples contravenção, já que, de acordo com a lei norte-americana, casos que envolvam danos acima de US$ 400 são classificados como crimes.

29/12/13 – Alison Kaye, da Scooter Braun Projects, empresa que assessora o artista, confirmou que o cantor estava apenas “brincando” ao anunciar sua aposentadoria no Twitter, no dia de Natal. O suposto anúncio não havia sido levado a sério pela imprensa, que acusava o cantor de estar apenas tentando promover seu documentário “Justin Bieber’s Believe”.

14/12/13 – Uma ambulância foi chamada para socorrer uma garota que teria desmaiado em uma festa na casa do cantor, mas o serviço foi dispensado 15 minutos depois. Segundo o site TMZ, a chamada teria sido motivada por “consumo de álcool”. Em maio, o mesmo site havia divulgado a cópia de um termo de responsabilidade que todos os convidados das festas do cantor seriam obrigados a assinar. O documento estipula que, caso alguém divulgue fotos ou informações sobre o que acontece na mansão, sofrerá um processo por danos morais, no valor de US$ 5 milhões.

28/11/13 – O prefeito da cidade de Gold Coast, na Austrália, Tom Tate, determinou que o cantor, a quem chamou de “muito, muito tolo”, teria que apagar um grafite feito no muro de um hotel na cidade. Quatro dias antes, Bieber e sua equipe foram detidos no aeroporto de Brisbaine, quando policiais encontraram maconha com um dos integrantes do grupo. Após receber uma advertência por usar “linguagem inapropriada” com uma agente, o artista foi liberado.

15/11/13 – A Justiça da Argentina ordenou o embargo por 30 dias dos bens de Justin Bieber. O embargo no valor de 960 mil pesos (US$ 160 mil) foi ordenado pela justiça após a queixa do fotógrafo Diego Pesoa, que denunciou ter sido espancado e ter tido seu equipamento destruído por seguranças do cantor, depois de fotografá-lo na saída de uma casa noturna.

10/11/13 – Depois de duas horas de atraso, Bieber cantou por menos de uma hora em seu terceiro e último show na Argentina. Após oito músicas, ele deixou subitamente o palco do estádio Monumental de River Plate e retornou apenas para comunicar o fim do show, alegando uma “severa intoxicação alimentar”. Na véspera, o cantor provocou polêmica durante um show no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, ao “varrer” o chão com o que seria uma bandeira argentina atirada ao palco por fãs. Apesar de a produção alegar que se tratava de uma camiseta, ele mais tarde se desculpou publicamente pelo episódio.

07/11/13 – A brasileira Tati Neves divulgou um vídeo feito após o show do cantor no Rio de Janeiro, no qual ele aparece dormindo na casa que alugou na cidade. Segundo a equipe de Bieber, ela seria apenas uma das diversas pessoas convidadas para uma festa no local, mas a modelo disse em entrevistas que dormiu com ele. O assunto teve grande repercussão na imprensa internacional, que já havia noticiado a visita do cantor a termas na cidade, e ganhou até uma sátira feita pela cantora Miley Cyrus.

06/11/13 – O cantor foi autuado por pichar o muro do antigo Hotel Nacional, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. De acordo com a Polícia Civil, que investigava a ação, o crime não resulta em prisão, mas o artista deverá pagar uma multa. Durante a pichação, feita no dia 03/11, ele se irritou ao ser abordado por fãs, que pediam autógrafos e fotos, e teria dito ao grupo que os brasileiros são “os piores do mundo”.

02/11/13 – Fãs ficaram decepcionados quando o cantor decidiu encerrar antes do previsto o show no Anhembi, em São Paulo, após ser atingido por um objeto atirado ao palco, cortando do setlist o hit “Baby”. Mais reclamações foram feitas por aqueles que compraram os pacotes especiais que garantiam um encontro com o artista. Apesar de pagarem R$ 2,8 mil, os fãs dizem ter tido um contato de poucos segundos e terem sido tratados com grosseria por seguranças.

31/10/13 – O cantor provocou polêmica em sua passagem pela Colômbia ao receber permissão para grafitar um túnel na cidade de Bogotá, já que a atividade é, em geral, motivo para advertências no país. Escoltados por uma patrulha policial, Bieber e um grupo de amigos ocuparam cerca de 40 metros de um muro do túnel da Rua 26, nas imediações do Conselho de Bogotá.

28/08/13 – Bieber foi detido brevemente por dirigir sua Ferrari sem a habilitação da Califórnia. "Não sei quantas vezes foi abordado por sua maneira de dirigir, mas ele deve ter um histórico", disse o porta-voz da polícia de Los Angeles, Steve Whitmore, confirmando incidentes anteriores.

31/07/13 – Autoridades da Alemanha emitiram um aviso público pedindo que Bieber entrasse em contato para pagar US$ 1,5 mil, referentes às despesas com os cuidados do macaco Mally. O animal foi retido em março, por que o cantor não apresentou os documentos de vacinação e importação necessários ao ingressar no país, e se tornou propriedade do governo alemão e foi transferido para um zoológico em maio, já que o dono não reclamou sua devolução. 30/07/13 – Autoridades encontraram uma pequena quantidade de maconha no ônibus da turnê do cantor, logo após o veículo cruzar do Canadá para os Estados Unidos pela ponte Ambassador. Justin Bieber não estava no ônibus no momento da apreensão.

14/07/13 – Um vídeo gravado por câmeras de segurança de um cassino de Las Vegas mostrou o cantor “roubando” uma bicicleta que encontrou nos corredores. Após ser perseguido por seguranças, ele devolveu o objeto. As imagens foram divulgadas pelo site TMZ no dia 8 de novembro.

18/06/13 – O cantor foi acusado de ferir um fotógrafo na saída do clube de comédia Laugh Factory, em Los Angeles. Após ter seu carro cercado por fotógrafos e pedir que eles se afastassem, Bieber acelerou e teria prensado um deles contra um veiculo estacionado, causando ferimentos no joelho do homem.

11/07/13 – O rapper Lil Twist, de 20 anos, que costuma passar longas temporadas na mansão de Bieber, foi preso por suspeita de estar dirigindo sob efeito de maconha um carro esportivo de luxo que pertencia ao cantor. Ele foi liberado após pagar uma fiança de US$ 5 mil.

05/06/13 – O fotógrafo Jeffrey Binion entrou com um ação contra Justin Bieber, alegando que um dos seguranças do cantor, Hugo Hesny, o ameaçou com uma arma. Ele acusou Bieber de ordenar que seus guarda-costas tirassem o cartão de memória de sua câmera, enquanto ele fotografava em frente ao estúdio Miami's Hit Factory, e processou o cantor por "lesão corporal, dor e sofrimento, angústia mental e despesas médicas".

28/05/13 – As autoridades do condado de Los Angeles confirmaram que Bieber estava sendo investigado por direção perigosa, após telefonemas terem informado que ele dirigia sua Ferrari em alta velocidade dentro do condomínio fechado onde fica sua mansão, ameaçando a segurança de outros moradores, inclusive crianças que circulavam pelo local.

06/05/13 – Justin Bieber e Usher foram acusados de violação de direitos autorais pelo cantor Devin Copeland, conhecido artisticamente como De Rico, e pelo compositor Mario Overton, que pleiteiam indenização de US$ 10 milhões, afirmando serem donos da canção "Somebody to love". O processo corre na Corte Distrital da Virgínia.

25/04/13 – A polícia de Estocolmo, na Suécia, encontrou maconha e um taser, arma de eletrochoque, no ônibus da turnê do cantor. A vistoria aconteceu quando o veículo estava estacionado na arena onde Bieber fazia um show.

12/04/13 – O cantor provocou polêmica ao visitar o museu Anne Frank House, em Amsterdã, e deixar registrada no livro de visitas do local uma mensagem na qual dizia acreditar que Frank teria sido uma “beileber”. As críticas a Bieber, porém, foram rebatidas pelo próprio museu.

14/03/13 – Bieber publicou no Instagram uma mensagem na qual dizia que não precisava de um programa de reabilitação e afirmava ser “diferente de Lindsay Lohan”. Pouco depois, ele apagou o texto e publicou uma nova versão, sem mencionar a atriz.

09/03/13 – O cantor anunciou o cancelamento de um dos dois shows que faria em Lisboa, alegando “circunstâncias imprevistas”, no mesmo dia em que foi obrigado a interromper um show em Londres por 20 minutos, após um desmaio. Na véspera, ele havia se envolvido em uma discussão com um fotógrafo na capital inglesa e foi contido por seguranças. No dia anterior à briga, Bieber foi criticado pelos fãs londrinos por atrasar em mais de duas horas o início de seu show, perante um público cheio de crianças.

09/02/13 – Durante participação no programa “Saturday night live”, o cantor fez piada com o uso de maconha, depois de ter uma foto sua com um suposto cigarro da droga publicada pelo site TMZ. Em um dos quadros, ele interpretou um fã de Miley Cyrus, que diz que Justin Bieber é “um idiota” e “parece uma lésbica”. O texto inclui ainda um trecho onde ele dizia: “Também ouvi dizer que ele foi pego fumando maconha, e ele está realmente arrependido disso, que pessoas cometem erros e que ele nunca mais vai fazer isso”.

10/01/13 – Moshe Benabou, ex-guarda-costas de Justin Bieber, entrou com um processo contra o cantor, alegando ter sido agredido diversas vezes em outubro de 2012. A ação alegou que Bieber o repreendeu e lhe deu vários socos no peito após um desentendimento. De acordo com o segurança, Bieber o demitiu logo após a briga. Benabou afirmou que trabalhou até 18 horas por dia entre março de 2011 e outubro de 2012 e que nunca recebeu pelas horas extras.

14/11/12 – Dias após o término de seu namoro com Selena Gomez, Justin Bieber foi parado pela polícia em Hollywood, quando dirigia sua Ferrari na companhia de um amigo. O cantor teria colaborado com os policiais, que checaram o carro e sua documentação, mas recebeu uma multa, embora não tenha sido revelada qual a lei violada.

27/05/12 – Um fotógrafo de 30 anos, cuja identidade não foi divulgada, acusou o cantor de agressão física em um shopping em Calabasas. Ao tentar fotografar Bieber com sua então namorada, Selena Gomez, o profissional teria sido atacado e, queixando-se de dores na parte superior do tronco, foi levado a um hospital.

G1


Enviar Comentário