João Pessoa, 22 de Setembro de 2014

10 de Agosto de 2013

RC entrega Centro Social Urbano recuperado no Geisel

RC entrega Centro Social Urbano recuperado no Geisel

O governador Ricardo Coutinho participou, na manhã deste sábado (10), junto à representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), da reinauguração do Centro Social Urbano (CSU) Calula Leite, localizado na rua Coronel João Augusto Lima, no Geisel, em João Pessoa.

O local passou por reformas para atender melhor a população com cursos profissionalizantes, grupos de idosos e atividades esportivas para crianças e adolescentes. Na solenidade, o governador destacou a importância da existência dos Centros Sociais Urbanos nas comunidades. “Equipamentos como este são o pulmão de cada bairro que beneficia diretamente todas as faixas etárias. O papel do CSU é fazer com que as pessoas se reúnam no mesmo espaço e participem de atividades ligadas à arte, cultura, lazer e qualificação profissional”, explicou.

Ricardo Coutinho destacou ainda os investimentos em segurança e mobilidade urbana que sua gestão tem conquistado para o bairro do Geisel. “Para dar maior segurança aos moradores, também inauguramos a Unidade de Polícia Solidária do Geisel. Agora estamos construindo aqui a mais moderna Central de Polícia do país e ontem, finalmente, recebemos o projeto do viaduto do Geisel que encaminharemos ao Dnit para que os trabalhos sejam iniciados o mais breve possível. Essa obra é uma alternativa de tentar resolver, em um breve espaço de tempo, o problema de engarrafamento na BR-230 no trecho que interliga os bairros do Geisel, Cristo e José Américo”, informou.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Maria Aparecida Ramos, ressaltou a quantidade de investimentos com recursos próprios do Governo do Estado que estão sendo empregados na recuperação dos 16 Centros Sociais Urbanos existentes na Paraíba. “O governo não tem investido apenas na entrega de novas estruturas físicas como esta do Geisel, mas tem a preocupação e a responsabilidade de equipá-los com tudo o que for necessário, desde academia de ginástica à computadores e ventiladores. O governo está entregando um novo aparelho público à população, onde investiu cerca de R$ 150 mil reais e, nos demais CSU’s do Estado, os investimento serão na ordem de R$ 2 milhões”, disse.

Para o diretor do CSU, Ricardo Alexandre Batista, a revitalização do espaço irá contribuir para o aumento de usuários que poderão participar de diversas atividades culturais com total segurança e acessibilidade. “O governo tem este cuidado de olhar para os espaços de socialização comunitária. Antes dessa recuperação, estávamos sem lugar para nos reunir e oferecer as atividades e serviços, mas agora daremos continuidade as nossas oficinas, esportes, ações culturais, até mesmo com maior segurança porque todo o espaço foi gradeado, E para os portadores de deficiência, daremos maior comodidade, devido a instalação de diversas rampas de acesso”, destacou. O CSU do Geisel atende cerca de mil usuários diariamente.

Para a moradora e usuária do CSU, Terezinha Bernardino de Souza, 70 anos, que mora no bairro há mais de 30 anos e foi à solenidade acompanhada do neto Gabriel, de apenas 5 anos, a entrega do novo Centro é uma oportunidade para que possa continuar participando das aulas de bordados e reuniões do Grupo das Mães Voluntárias do CSUl. “Já trouxe minha neta de 15 anos para aprender a bordar e hoje ela é uma artista de mão cheia. Antes não tínhamos lugar certo para nos reunir e agora temos nosso próprio espaço e ainda teremos a oportunidade de participar de novos cursos como o de pintura, aulas de ginástica, das palestras com temas do nosso interesse e quem sabe até aprender corte e costura”, revelou.

A solenidade foi marcada pela apresentação de diversos grupos culturais, entre eles, o Grupo de Lapinha Jesus de Nazaré, do CSU de Mandacaru; seguido do Coral Fios de Prata do Centro de Convivência do Idoso do bairro Castelo Branco; o Grupo das Mães Voluntárias do próprio CSU do Geisel e ainda de um grupo de jovens.

Entre os diversos serviços oferecidos no CSU estão os cursos profissionalizantes. Os mais procurados pelos usuários são na área de embelezamento, como cabeleireiro, depilação, manicure/pedicure e corte costura.

Terceira idade – Para proporcionar mais lazer aos usuários da melhor idade, o CSU Calula Leite tem a participação ativa das pessoas com 60 anos ou mais que integram o grupo de idosos, que hoje conta com 54 integrantes. O local também oferece ginástica para a terceira idade, que atualmente já tem mais de 35 alunos matriculados, e o Grupo de artesanato da melhor idade, com 12 idosos.

Crianças e jovens – Ainda no CSU são oferecidas atividades para crianças, adolescentes e jovens com aulas de capoeira (30 alunos); taekwondo (20 alunos) e a escolinha de futebol sub 10 à sub 17 (83 alunos). O local conta também com o Grupo de Dança Pop Bad, voltado para os jovens, e um grupo de artesãos. Ainda são disponibilizadas oficinas de violão e dança de salão.

Além das atividades diárias disponibilizadas gratuitamente à população, o CSU realiza eventos que visam unir os moradores da região, a exemplo de feira de artesanato, casamento civil, reuniões comunitárias (UPS, associações, grupos culturais), festas infantis e confraternizações dos funcionários e grupo de idosos do CSU. O espaço também é aberto para as reuniões dos PSF´S (Geisel I, II e IV) e do Empreender- PB, e também é sede de encontros semanais da unidade de serviço de recuperação dos Alcóolicos Anônimos (AA).

CSUs – Em toda a Paraíba, existem 16 Centros Sociais Urbanos que atendem a população com cursos profissionalizantes, escolinhas de esporte, grupos da terceira idade, além de realizar atividade cultural e de lazer para a população.

O Governo do Estado, por meio da Sedh, está recuperando os CSUs e entregando os espaços para a população, como aconteceu em Sapé, Santa Rita, Mandacaru e agora no Geisel. Outros estão em fase de conclusão de obras.




Secom

Enviar Comentário

Em respeito à legislação eleitoral, o portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.