João Pessoa, 22 de Outubro de 2017

28 de Março de 2012

Na Inglaterra, cachorro liga para emergência e salva a própria vida

Na Inglaterra, cachorro liga para emergência e salva a própria vida

George, um Basset Hound de dois anos, foi brincar em casa e acabou com os fios do telefone enroscados no pescoço. Desesperado, sem saber o que fazer, o cachorro começou a se debater e, sem querer, ligou para o número 999, que é o de emergência em West Yorkshire, Inglaterra.

O atendente localizou de onde estava sendo feita a chamada e avisou à polícia, que foi imediatamente para a casa do instrutor Steve Brown e de Lydia, filha dele, onde o cão mora. Os policiais estavam quase derrubando a porta, quando Paul, um amigo da família que mora perto, chegou com a chave e os ajudou a entrar.

Quatro agentes começaram a correr pela casa, pensando que estava acontecendo algo de mais grave, mas logo depois o vizinho achou George todo enrolado nos fios, quase morrendo de asfixia. Foi quando Paul arrancou tudo, inclusive o telefone, para salvar o cachorro.

- Os policiais se separaram e correram pela casa pensando que alguém tinha sido atacado ou estava passando mal. Enquanto isso, eu também fui dar uma olhada e achei George enforcado. Ele estava muito assustado e não conseguia se libertar - explicou Paul.

De acordo com o jornal "The Sun", quando viram o que estava acontecendo, os próprios agentes começaram a rir.

- Eles me disseram que tinham sido enviados por causa de uma chamada de emergência, na qual o operador só conseguia ouvir uma respiração pesada e ofegante - disse Paul.

Lydia, a dona do cachorro, disse que ao chegar e casa tudo já estava resolvido.

- Foi muita sorte ele ter conseguido ligar para a emergência, caso contrário ele teria morrido. Ainda não sei como ele conseguiu, já que, geralmente, ele não é muito inteligente.

Extra Online  



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.