João Pessoa, 01 de Agosto de 2014

28 de Novembro de 2010

Arquidiocese lamenta incidente durante Romaria

Arquidiocese lamenta incidente durante Romaria

A Arquidiocese da Paraíba realizou neste domingo (28) o encerramento da 247ª Festa de Nossa Senhora da Penha, com a 'Romaria da Penha', em João Pessoa.

Os organizadores do evento estimam que o público participante da Romaria este ano tenha sido o maior de todos os tempos: cerca de 300 mil pessoas.

Lamento

Ao mesmo tempo em que comemora a participação dos fiéis, a Arquidiocese da Paraíba lamenta o fato ocorrido com a dona de casa, Maria da Penha da Silva, de 48 anos, que foi atingida na cabeça por uma bala perdida disparada durante uma briga de gangues nas proximidades da praça central do bairro Penha.

O fato aconteceu atrás do palco onde a missa campal, momentos depois, seria realizada.

O Pe. Carlos Maurício, que celebrou a missa, rezou em nome da Arquidiocese e da comissão organizadora do evento religioso, pela saúde da dona-de-casa.

Procissão

A 'Romaria da Penha' teve início às 22h deste sábado (27), em frente à Igreja de Lourdes, no Centro da Capital. Foram conduzidas duas imagens da Santa, sendo uma na levada no andor, nos ombros dos fiéis, com um pedido de paz e, a outra, em um carro aberto.

Os romeiros vindos de vários municípios da Paraíba e até de outros Estados, caminharam quase 14 quilômetros até a chegada ao Santuário de Nossa Senhora da Penha, localizada na Praia da Penha, onde uma Missa Campal foi presidida pelo Pe. Carlos Maurício, e concelebrada por outros padres da Arquidiocese da Paraíba.

Tradição

A Romaria da Penha costumeiramente sai da Igreja de Lourdes porque ela era a Matriz da Paróquia da qual o Santuário da Penha fazia parte. Hoje, o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, no Cabo Branco).

Tema do ano

A Festa da Penha completa 247 anos. O tema deste ano foi: “Com Maria aprendemos: ‘servir ao Deus único é servir aos irmãos’”.

História da Romaria em João Pessoa

O português Sílvio Siqueira, em 1763, comandava uma embarcação que saíra do norte em direção à Europa. No litoral paraibano ele enfrentou uma grande tormenta. Em um momento de aflição, reuniu a tripulação e pediu proteção a Nossa Senhora da Penha, prometendo erguer uma ermida em sua honra no local em que aportasse em segurança. Minutos depois, todos conseguiram desembarcar com tranquilidade na então Praia de Aratú - hoje Praia da Penha. Como prometido, a construção foi feita. E essa foi a terceira capela construída no Brasil para Nossa Senhora da Penha. A primeira foi erguida em Vila Velha, na então Capitania do Espírito Santo, entre os anos de 1558 e 1570. A segunda foi construída em 1635, pelo capitão Baltazar Abrel Cardoso, na Freguesia de Irajá, no Rio de Janeiro. A Romaria da Penha é realizada sempre no último domingo de novembro.

Percurso

1 km: quando os romeiros passam em frente à Maternidade Cândida Vargas, ainda na Av. João Machado, completam 1 quilômetro de percurso.

2 km: no início da Mata do Buraquinho, já na Av. Pedro II.

3 km: na entrada do Jardim Botânico.

4 km: após o viaduto do trevo universitário, na chegada à UFPB.

5 km: em frente ao Centro de Tecnologia da UFPB.

6 km: Praça da Paz, no bairro dos Bancários.

7 km: quando os romeiros passam em frente ao antigo INSS, na principal avenida do bairro dos Bancários, estão no meio do percurso.

8 km: no contorno na entrada do bairro de Mangabeira.

9 km: em frente ao CNEC, já na Estrada da Penha.

10 km: na entrada do Quadramares.

11 km: na subida para a Penha.

12 km: na entrada da Penha.

13 km: na rua que leva ao Santuário.

Pascom PB

Foto: pascom

Enviar Comentário

Em respeito à legislação eleitoral, o portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.