João Pessoa, 28 de Agosto de 2014

31 de Outubro de 2010

Cássio Cunha Lima vota e condena sanção da PEC 300

Cássio Cunha Lima vota e condena sanção da PEC 300

Rodeado de militantes, Cássio vota e condena sanção da PEC 300 da PB: “É um ato de desespero”; tucano critica estratégia de sistema de comunicação

Rodeado de militantes, o ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), votou na manhã de hoje, por volta das 11h40. Em entrevista a imprensa, o tucano criticou a sanção da PEC 300 e classificou o ato como de 'desespero' por parte do governador José Maranhão (PMDB).

O ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB) votou no Senai, localizado no bairro da Prata, em Campina, na Seção 80ª da 72ª Zona Eleitoral.  

“Eu estou convicto e certo da vitória de Ricardo Coutinho, não adianta o adversário apelar para irregularidades”, disparou.

Tecendo ainda severas acusações ao candidato a reeleição, José Maranhão, Cássio acusou o governador de ter usado a máquina ‘em demasia’.

“Além de usar a máquina, teve gente presa até com dinheiro na cueca”, lamentou.

Os admiradores do ex-governador Cássio se aglomeraram em frente ao Senai, em Campina Grande, à espera da chegada do tucano no local de votação. A apreensão tomou conta dos presentes.

Antes, o correligionário Rômulo Gouveia, candidato a vice-governador da coligação “Uma Nova Paraíba” esperou apenas que Ricardo Coutinho (PSB) votasse em João Pessoa para ir à urna.

Ironia

Outro ponto destacado nas críticas do ex-governador foi  "estranho" posicionamento de um certo sistema de comunicação da Paraíba neste segundo turno. Para Cássio, é de se intrigar que pesquisa só foram divulgadas pelo grupo apenas quando Maranhão aparecia "vencendo" seu adversário, ainda no primeiro turno.

 "Por que não divulgam agora, com Ricardo na frente?", questionou


Com informações de Simone Duarte


PB Agora

Enviar Comentário

Em respeito à legislação eleitoral, o portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.