João Pessoa, 25 de Junho de 2017

22 de Maio de 2010

Falso pastor tenta estuprar idosa em JP

Falso pastor tenta estuprar idosa em JP

Polícia prende falso pastor evangélico após tentar estuprar idosa de 63 anos na Capital

A Polícia prendeu na noite desta sexta-feira (21), um homem acusado de se passar por pastor evangélico para tentar estuprar uma senhora de 63 anos de idade. O caso foi registrado em João Pessoa.

De acordo com as primeiras informações, a prisão aconteceu por volta das 22h, no bairro do Valentina Figueiredo.

Segundo as informações, o corretor Luciano Araújo, de 48 anos, conheceu a idosa, cujo nome não foi revelado, há cerca de três dias. Na ocasião, já fingindo ser pastor evangélico e utilizando uma boa lábia consegiu convencer a vítima a permitir que ele entrasse em sua casa para que pudesse ouvir as supostas pregações que teria para oferecer, e, foi embora logo em seguida prometendo voltar outra vez.

Cumprindo a promessa, o falso pastor voltou a visitar a mulher na tarde desta sexta-feira e, se aproveitando da boa vontade da dona da casa, chegou a almoçar na casa dela. Porém, pouco depois do almoço, ele teria tentado levar a mulher para o quarto na intenção de violentá-la. Mas, fugiu após uma tentativa frustrada.

Não satisfeito, o homem decidiu voltar à noite para tentar mais uma vez. Mas, de acordo com as informações, a mulher conseguiu escapar do falso pastor porque outras pessoas chegaram na casa.

A Polícia foi acionada e o corretor foi preso. Ele foi encaminhado para a 9ª Delegacia de Polícia da Capital, onde foi autuado em flagrante delito e permanece à disposição da Justiça.

O falso pastor nega todas as acusações.

 Portal Correio  



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.