João Pessoa, 20 de Setembro de 2014

27 de Fevereiro de 2011

DOM

27.02

João Pessoa terá prédio mais alto do Brasil

36

  • Imprimir
  • Enviar
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
João Pessoa terá prédio mais alto do Brasil

A Construtora TWS, que está concluindo o seu primeiro projeto em João Pessoa, o condomínio “Tours Mont Blanc”, já promete que irá construir na área nobre do Altiplano do Cabo Branco, o edifício “Tours Gêneve”, com 51 andares e 181 metros de altura, que será o mais alto do Brasil, ou seja, maior que os famosos “Avenida Central”, no Rio de Janeiro-RJ e o “Mirante da Serra”, em São Paulo-RJ.

Arranha-céus no Altiplano

Na cobertura haverá uma mansão suspensa, com mil metros de área útil, com planta livre, para ser adaptada às exigências dos seus moradores e proprietários. O edifício terá um shopping-center em seus primeiros andares, sendo seguidos por salas comerciais, escritórios, consultórios médicos, etc e por fim, apartamentos residenciais.

Ganhando da “Cidade Maravilhosa”

O “Avenida Central” é um importante edifício localizado no centro da cidade do Rio de Janeiro, entre a avenida Rio Branco e o Largo da Carioca, projetado pelo arquiteto Henrique Mindlin. É um prédio de 34 andares, 110 metros de altura, 1.061 salas e 200 lojas.

Projeto arquitetônico ousado

Foi também o primeiro no Brasil a utilizar o estilo arquitetônico “torre-sobre-placa” ou seja: a estrutura principal foi construída sobre uma super-lage onde se localiza um centro comercial – neste caso – de quatro pavimentos, incluindo uma lanchonete, no térreo.

Ranking dos espigões brasileiros

Atualmente, a maior parte das edificações mais altas do Brasil está localizada em São Paulo-SP (73), Rio de Janeiro-RJ (25), Goiânia-GO (25), Salvador-BA (23) e Recife-PE (18). Outras cidades que contam com arranha-céus são Belém-PA (10), João Pessoa (com nove, fica em 7º lugar), Belo Horizonte-MG (cinco), Barueri-SP e Londrina-PR (ambos com três), Santos-SP e Curitiba-PR (com dois prédios), Campina Grande-PB e Porto Alegre-RS (com apenas um espigão).

Dados confirmados oficialmente

Nesta lista acima constam apenas os edifícios considerados os mais altos de acordo com as divulgações tradicionais, mas há edifícios na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, que possuem mais de 150m de altura – inclusive as torres gêmeas do complexo Villa Serena que, não-oficialmente, seriam as terceiras mais altas construções do país (163m) – que não estão na lista por falta de divulgações oficiais das construtoras responsáveis pelas respectivas obras.

Local preferido para moradia

Um fato interessante a respeito dos edifícios mais altos do País é que a maioria é residencial. Goiânia, atualmente, é a cidade onde está ocorrendo o maior crescimento de arranha-céus no Brasil, onde 74 novos arranha-céus serão entregues até 2014.

Empresa tem sede na Suíça

A TWS Empreendimentos é uma empresa atuante no segmento de incorporações, construção civil e mercado imobiliário de luxo no Brasil. Ela está estabelecida na cidade de João Pessoa, mas é uma afiliada da TWS Participations S.A., uma holding sediada em Genebra, na Suíça, representada pelo empresário Thomas Wachtl.

Opção pela região nordestina

Desde 2005, o grupo vem pesquisando o mercado brasileiro e descobriu no Nordeste o maior potencial de investimento imobiliário do País. Sob a direção, no Brasil, do empresário suíço Eric Gassmann (na foto acima), a TWS Brasil Imobiliária Investimentos e Participações Societárias Ltda. está instalada em João Pessoa na avenida General Edson Ramalho, nº 230, no bairro de Manaíra.

Lista dos “Reis das Alturas”

Confira, abaixo, a relação dos dez maiores arranha-céus do Brasil, todos com mais de 40 andares e altura acima de cem metros:

1) Mirante do Vale – São Paulo – 170 metros – 51 andares

2) Edifício Itália – São Paulo – 168 metros – 46 andares

3) Rio Sul Center – Rio de Janeiro – 162 metros – 40 andares

4) Edifício Altino – Arantes São Paulo – 161 metros – 40 andares

5) Torre Norte – São Paulo – 158 metros – 38 andares

6) Mansão Margarida Costa Pinto – Salvador – 158 metros – 43 andares

7) Edifício Begônias – São Paulo – 158 metros – 41 andares

8) Edifício Jabuticabeiras – São Paulo – 158 metros – 41 andares

9) Edifício Magnólias – São Paulo – 158 metros – 41 andares

10) Edifício Resedá – São Paulo – 158 metros – 41 andares

Enviar Comentário